Os “outros” 3 Porquinhos.

Acabou a eleição e a montagem do Ministério. Agora, Dilma começa a traçar seus planos para os próximos 4 anos.
Durante toda a eleição e o pós-eleição, ficaram muito conhecidos os “3 Porquinhos”, Antônio Pallocci, José Eduardo Dutra e José Eduardo Martins Cardozo.
Dutra, Cardozo e Pallocci cordenaram a campanha de Dilma, depois comandaram a transição de Governo e são talvez as 3 pessoas mais próximas a Dilma politicamente hoje, exceção, é claro, do Presidente Lula.

Contudo, há de se prestar atenção em outros 3 porquinhos que serão tão ou mais importantes para o Brasil do os anteriormente citados.

Guido Mantega, Luciano Coutinho e Nelson Barbosa são os 3 porquinhos de Dilma na área econômica.
Dilma tem profunda admiração e respeito por Luciano Coutinho e Nelson Barbosa desde seus tempos de Casa Civil. Sempre que Henrique Meireles corria risco de sair do Banco Central, um dos dois nomes acima eram cotados como indicações de Dilma.

Luciano Coutinho, dizem, era o favorito de Dilma para a Fazenda. Mas a experiência de Mantega e o pedido de Lula a fez manter Mantena na Fazenda e Coutinho no BNDES.
Mas não se enganem que Luciano Coutinho terá a mesma atuação que teve durante o Governo Lula, ele irá acessorar a Dilma diretamente em diversas questões econômicas.

Já Nelson Barbosa é tido como um gênio por pessoas que o conhecem. Foi o principal formulador de políticas fazendárias no Governo Lula, e irá assumir a Secretaria-Executiva do Ministério da Fazenda no Governo Dilma.
tornou-se conhecido de Dilma Rousseff, então chefe da Casa Civil, e do próprio presidente Lula, ao participar da equipe que formulou duas das iniciativas de maior sucesso no segundo mandato deste governo, o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o Minha Casa, Minha Vida.
Barbosa chegou a ser cotado para Ministro do Planejamento, Presidente do Banco Central (já que é um dos poucos monetaristas com perfil desenvolvimentista) e para algum Ministério mais técnico, como Previdência Social ou Micro e Pequenas empresas.
Fato é que Dilma tem nele extrema confiança e admiração, e Nelson Barbosa também irá acessorar Dilma diretamente em questões econômicas. Acredito ainda que Barsosa assumirá um Ministério de Dilma daqui a algum tempo.

O outro porquinho é Guido Mantega, que ganhou muita força nessa montagem ministerial de Dilma. Seus embates com Henrique Meireles não acontecerão mais, o Presidente do Banco Central, Alexandre Tombini não tem a força política que Meireles tinha. Outro fator importante é que Guido Mantega sempre foi mais afinado com as ideias econômicas de Dilma.

De semelhante os 3 tem, além da confiança de Dilma, o fato de serem desenvolvimentistas, Cepalinos (ou seja, advém de um escola do CEPAL fundada por Celso Furtado), Keynesianos.
São um alento para nós que os 3 acessores econômicos em que Dilma deposita mais confiança sejam estes.
Parece que Dilma não seguirá com a dualidade ideológica da equipe econômica que Lula julgava boa. Até poruqe nesta história, Dilma também tem lado. É Keynesiana e Desenvolvimentista igual.
Dilma trará mais para si algumas decisões econômicas, e a montagem de sua equipe econômica já demonstra isso.’

É um alento também que Pallocci esteja em um cargo político e não econômico. Claro que, como Ministro Chefe da Casa Civil, Pallocci terá muita influência e será ouvido em temas econômicos.
Mas, cá entre nós, terá que enfrentar pela frente Dilma e os “outros 3 porquinhos”. Tarefa fácil não é.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: